Antecipar a Hipoteca ou Investir: O Guia Completo

Principais Ideias

  • Descubra 5 maneiras de acelerar o pagamento de sua hipoteca.
  • Revela os perigos surpreendentes de pagar sua hipoteca antecipadamente.
  • Explica passo a passo como encontrar a resposta correta para sua situação.

Devo pagar minha hipoteca antecipadamente ou investir?

Você inevitavelmente enfrentará essa questão em sua busca por segurança financeira.

O problema é que a resposta é muito mais complexa e confusa do que geralmente se pensa.

Sua intuição manda você se livrar das dívidas. Todos nós queremos a segurança de possuir nosso castelo livre e limpo com uma despesa a menos para lidar. A perspectiva de fazer pagamentos mensais pelos próximos 30 anos é a antítese da liberdade.

No entanto, há momentos em que a intuição e as finanças discordam.

A decisão de pagar sua hipoteca antecipadamente não é apenas para se livrar das dívidas, pois estão envolvidas equações complicadas que envolvem retorno sobre o investimento, valor do dinheiro no tempo e inflação.

antecipar-a-hipoteca-ou-investir

Lembre-se, isso é finanças. Você pode acabar com cenários de “Alice no País das Maravilhas” em que a dívida é a solução mais barata e um real pago amanhã pode ser preferível à liberdade da dívida hoje.

Curioso… Curioso…

Neste artigo, vou puxar a cortina e expor as várias dimensões do pagamento antecipado de sua hipoteca. O objetivo é equilibrar sua intuição com sua habilidade financeira para que você possa tomar uma decisão inteligente.

A resposta correta não é simples, mas deve ser adaptada à sua situação financeira pessoal. Caso contrario, ela será completamente inútil.

Vamos explorar como funciona esse processo …

Como Pagar Sua Hipoteca Mais Rapidamente

Se você decidir pagar sua hipoteca antecipadamente, não faltam conselhos sobre como fazer o trabalho.

Infelizmente, tudo se resume às mesmas três pequenas palavras – “pague mais principal”. Não há segredo mágico. A única diferença real é a forma, não a substância.

Pagar o principal da hipoteca antecipadamente é uma poderosa economia de dinheiro porque pequenas reduções de dívidas aumentam drasticamente ao longo da vida do empréstimo, eliminando assim muitas vezes o pagamento de juros.

Por exemplo, ao calcular uma hipoteca de 30 anos, R$ 100.000, 6% tem um pagamento mensal de R$ 599,55, com apenas R$ 99,55 indo para o principal no primeiro mês.

Se você adicionar apenas R$ 100 a esse pagamento mensal, você literalmente dobra o principal pago no início, elimina 108 pagamentos ao longo da vida do empréstimo, economiza R$ 39.900 em custos de juros e encurta o tempo de reembolso de 30 para 21 anos.

Nada mal para R$ 100 extras por mês …

antecipar-a-hipoteca-ou-investir-InfoGrafico

Se isso parece atraente, então aqui estão as várias estratégias para pagamento antecipado de hipotecas, começando com a mais simples e avançando em direção à mais complexa …

Adicionar o Principal ao seu Pagamento Mensal Atual

Supondo que sua hipoteca não tenha uma penalidade de pré-pagamento (verifique primeiro), a estratégia de mais simples é apenas adicionar o valor referente ao principal aos seus pagamentos mensais.

Você pode tentar uma quantia única e colocar os resultados da venda de um barco, carro ou joias não utilizadas em bom uso. Como alternativa, você pode adicionar um pouco mais a cada mês, enviando seu aumento ou bônus diretamente para a sua hipoteca.

O conceito por trás dessa estratégia é que você passava muito bem sem o dinheiro antes, então você não perde nada por não vê-lo.

Cronograma de Pagamento Quinzenal

No lugar de fazer um pagamento por mês, tente fazer metade do pagamento a cada duas semanas. Como são 52 semanas em 12 meses, isso resulta em 26,5 pagamentos ou 13 pagamentos integrais em vez dos 12 habituais – ou seja, um pagamento extra por ano.

Dependendo da sua situação, isso pode reduzir a vida útil do seu empréstimo de 30 anos em até 6 anos.

Verifique os detalhes primeiro porque alguns detentores de hipotecas oferecem esse cronograma de pagamento sem custos e outros cobrarão uma taxa.

Eu sugiro testar esta estratégia e a anterior, para ver o quão rápido você pode ser livre e limpo!

Refinanciar para uma Taxa de Furos mais Baixa

Outra estratégia é refinanciar para uma hipoteca com uma taxa de juros mais baixa, mantendo o mesmo prazo (data de pagamento). O segredo é não sacar nenhum dinheiro ou estender o prazo ao refinanciar.

Seu novo empréstimo deve oferecer um pagamento menor devido ao custo de juros reduzido. Quando você continuar fazendo o mesmo pagamento de antes, todo o extra irá para o pagamento do principal.

O bom dessa estratégia é que ela não exige nenhum dinheiro adicional do bolso para atingir o resultado desejado (ao contrário das duas alternativas anteriores).

Todas as economias vêm da redução dos custos de juros.

Refinanciar para um Prazo mais Curto

No lugar de pagar uma amortização de 30 anos, tente reduzir o prazo para 15 anos.

Os pagamentos mensais serão maiores, mas a taxa de juros geralmente é menor, compensando assim parte do fluxo mensal.

Outra variação é manter a hipoteca de 30 anos, mas fazer o pagamento como se fosse uma amortização de 15 anos. Você não obterá a taxa de juros reduzida de um prazo de 15 anos, mas também não pagará os custos de refinanciamento.

Algumas pessoas preferem essa variação por sua maior flexibilidade e custo reduzido, enquanto outras preferem a disciplina imposta do pagamento mensal exigido.

Reduzir o Tamanho da Casa

Mudar de casa não é para todos, mas eu seria negligente, como seu coach financeiro, se excluísse essa estratégia.

Você pode se mudar para uma área de custo mais baixo ou comprar uma casa menor na mesma área.

O principal menor da hipoteca significa que você pode se livrar de dívidas mais rapidamente usando o mesmo pagamento mensal.

Use Uma, Duas ou Todas

O ponto-chave a se notar é como todas essas estratégias não são mutuamente excludentes. Você pode combiná-los de várias maneiras para obter resultados de turbinados.

Por exemplo, você pode reduzir o tamanho da sua casa enquanto financia a casa mais barata a uma taxa de juros mais baixa em uma hipoteca quinzenal. Então, você poderia vender aquele barco e as joias que nunca usa, colocando essas quantias fixas na hipoteca, ao mesmo tempo que dedicaria o aumento deste ano para pagamentos mensais adicionais do principal.

Você ficará surpreso com a rapidez com que pode se livrar das dívidas seguindo esta receita.

O único limite para escapar rapidamente da escravidão da dívida hipotecária é sua criatividade e dedicação a essa causa nobre.

Antecipar a Hipoteca – Os Pros…

Agora que sabemos como pagar sua hipoteca antecipadamente, vamos examinar os benefícios de seguir essa estratégia. Há muitos benefícios em pagar sua hipoteca antecipadamente – e alguns são muito atraentes!

Economizar Dinheiro

O primeiro e mais óbvio motivo para pagar sua hipoteca antecipadamente é que isso pode economizar dezenas de milhares de reais em juros.

Tranquilidade

O segundo motivo é a tranquilidade de possuir sua própria casa.

Isso vai te dá uma sensação calorosa de saber que tem um lugar seguro para morar e que não vai ficar na rua ao primeiro contratempo temporário.

Planejamento de Aposentadoria

Uma casa livre e limpa assume um significado adicional para os quase aposentados.

Se você está entrando na aposentadoria com uma renda fixa (Previdência Social, pensão, seguro etc.), pode ser um benefício real pagar todas as dívidas, em vez de colocar dinheiro em investimentos flutuantes.

Isso permite que você reduza as variáveis ​​financeiras e corresponda de forma mais confiável a receita prevista às despesas.

Além disso, após a aposentadoria, o pagamento da hipoteca pode exigir a retirada de dinheiro de contas de investimentos, quando seria melhor se esse dinheiro crescesse.

Finalmente, se sua renda tributável for reduzida na aposentadoria, isso pode reduzir o benefício da dedução do imposto de juros da hipoteca, inclinando a equação a favor do reembolso.

Retorno Garantido sobre o Investimento

Com a montanha-russa do mercado de ações e o mercado imobiliário, é reconfortante colocar seu dinheiro em sua casa e saber com certeza qual será o ROI.

Você obtém o valor de aluguel imputado de um lugar para morar e o retorno imediato da despesa de juros eliminada.

A certeza desse fluxo de retorno é um grande benefício para os investidores que se sentem derrotados por mercados financeiros não confiáveis que supostamente pagarão mais … mas podem não pagar.

Pagar sua hipoteca antecipadamente tem muitos benefícios – paz de espírito, proteção de ativos e ROI garantido.

Proteção de Ativos

Existem situações que o valor da casa é protegido em caso de ação judicial ou outro processo legal.

As regras da propriedade rural podem fornecer proteção substancial ao patrimônio da casa.

Além disso, os aposentados podem usar o valor da casa como uma estratégia de planejamento patrimonial para proteger os ativos do cônjuge sobrevivente, caso um dos parceiros consuma todos os recursos disponíveis em uma enfermaria prolongada ou em uma instituição de enfermagem.

Resumindo, existem muitas situações em que o valor da casa própria pode representar um ativo mais seguro com privilégios legais especiais em comparação com outros investimentos.

Redução do Custo de Vida

Para a maioria das pessoas, o pagamento da hipoteca é sua maior despesa mensal após os impostos.

Sem o pagamento da hipoteca, você pode economizar mais, trabalhar menos ou conseguir aquele emprego dos sonhos que sempre quis, mas não pôde pagar devido ao salário mais baixo.

Realização

Pagar sua hipoteca é mais motivador do que a maioria das metas financeiras porque é concreto.

É grande o suficiente para te deixar animado e tangível o suficiente para envolvê-lo.

É alcançável e fará uma diferença significativa em sua vida.

Compare isso com o planejamento da aposentadoria, que parece mais etéreo e difícil de entender para a maioria dos proprietários.

Antecipar a Hipoteca – Os Contras…

Antes de estourar o champanhe e queimar seu orçamento, é importante considerar as desvantagens de pagar sua hipoteca antecipadamente.

Esta não é uma decisão simples – como aparenta à primeira vista – por causa de alguns problemas financeiros complicados.

Vamos revisá-los.

Baixo Retorno de Investimento

Pense duas vezes antes de pagar sua hipoteca. Ao fazer isso, você desiste de sua cobertura cambial vendida.

Falsa Sensação de Segurança

Você não vai gostar dessa ideia, mas você nunca realmente possui sua propriedade – mesmo que ela não tenha hipotecas. Este é um retrocesso aos tempos feudais onde o rei era o dono de todas as terras e recebia “impostos” pelo direito de posse.

Hoje, nossos governos locais são o equivalente moderno aos senhores feudais que cobram impostos sobre a propriedade. Em outras palavras, você sempre paga aluguel para alguém, esteja o banco em cena ou não.

Se você não está totalmente confortável sobre essa verdade, pare de pagar o imposto sobre sua propriedade por alguns anos e veja o que acontece…

A verdade é que o seu pagamento mensal é apenas uma questão de proporção e para quem – não se existe ou não.

Essa verdade feia torna a ideia da verdadeira liberdade hipotecária uma ilusão.

Perda de Diversificação

Este é o “grandão”, então preste atenção …

A maioria das carteiras de investidores é denominada em sua moeda nacional e, portanto, corre o risco das políticas governamentais inflacionárias depreciem seu poder de compra de investimento ao longo do tempo.

Uma hipoteca de imóvel residencial é a única maneira prática de a maioria das pessoas vender a descoberto sua moeda doméstica e se proteger contra a política econômica inflacionária.

Taxa de Juros Abaixo da Inflação Esperada

Dadas as baixas taxas de juros das hipotecas até o momento desta redação, é inteiramente possível que a taxa de juros de uma hipoteca de taxa fixa – ainda que ignorado o fato de poderem ser dedutíveis – possa ser menor do que a taxa de inflação.

Se isso acabou sendo verdade (ninguém tem uma bola de cristal), então uma situação financeira bizarra é criada onde você é literalmente pago para tomar dinheiro emprestado em termos reais (depois da inflação), mesmo pagando juros todo mês. Em outras palavras, você ganha mais devendo do que possuindo. Estranho mas verdade. Quando você paga antecipadamente sua hipoteca, está perdendo essa vantagem financeira.

Redução de Impostos e Dinheiro Barato

Nota do Editor: Verifique com seu advogado e/ou contador se e como essa sessão se encaixa para sua situação.

Para fechar, quero abordar a questão da redução de impostos não porque seja a mais importante, mas porque é a mais citada e mal compreendida.

Sim, os juros hipotecários pagos geralmente são dedutíveis em sua declaração de imposto de renda, se você especificar, mas há algumas “ressalvas” importantes para essa dedução que vale a pena considerar:

  1. As regras são complicadas e podem fazer com que você perca parte da dedução que pensava receber.
  2. Em certas circunstâncias, você pode obter tanto valor considerando a dedução padrão quanto discriminando as deduções, o que significa que os pagamentos de juros da hipoteca meramente substituem a dedução padrão e não proporcionam nenhuma economia real.
  3. Mesmo que você obtenha a dedução, ainda pode pagar 1 (um) para obter uma redução de impostos de 0,35 (ou equivalente) – não é um negócio muito bom.
  4. E o valor efetivo da dedução diminui com o tempo, conforme o empréstimo vence e você paga cada vez menos juros a cada pagamento.

Resumindo, existem muitas regras fiscais e situações em que não poderá utilizar integralmente a dedução dos juros da hipoteca.

As regras são complicadas, portanto, converse com seu contador se essa questão for importante para sua decisão.

Além disso, uma hipoteca é provavelmente o dinheiro mais barato que você pegará emprestado e os juros podem ser dedutíveis, o que diminui ainda mais o custo efetivo.

Por exemplo, se você estiver em uma faixa de deduções de impostos de 35%, uma hipoteca de 6% pode ter um custo efetivo abaixo dos 4%.

Isso significa duas coisas:

  1. Dívida não dedutível de custo mais alto deve ser paga primeiro.
  2. Retornos de investimento de longo prazo provavelmente fornecerão um retorno maior sobre seu capital, conforme evidenciado pela pesquisa da Ibbotson and Associates mostrando um portfólio diversificado retornando na faixa de 8%.

Ainda que não haja dedução tributaria, qualquer taxa abaixo de sua rentabilidade real faz esse argumento ser verdadeiro.

Mais uma vez, converse com seu contado! Eu escrevo tendo em mente brasileiros em todas as regiões do mundo que conheço, Brasil, EUA, Europa, Austrália etc…

Antecipar a Hipoteca – A Realidade…

Em outras palavras, a forma como o financiamento hipotecário funciona é que você toma emprestado (vendido) sua moeda e usa o produto para comprar um ativo que ajusta a inflação (imóveis).

Poucas pessoas entendem como os imóveis com financiamento convencional são pouco mais do que uma jogada alavancada contra a inflação. É por isso que é uma ferramenta de construção de riqueza tão poderosa mais de 90% das vezes, e explode terrivelmente quando ocorre o raro evento deflacionário.

Quando você paga sua hipoteca, está desfazendo seu hedge de curto prazo.

Isso significa que você perde a capacidade de operar a descoberto em valores mais valiosos de hoje e reembolsá-los com valores depreciados no futuro.

Relacionado: 5 Erros de Novato no Planejamento Financeiro que Custam Caro (e o que fazer em vez disso!) Explicado em 5 vídeo aulas gratuitas

A importância desse fato financeiro não pode ser exagerada, dado o endividamento recorde do governo e a política pública declarada voltada para a criação de inflação.

Repito … este é um fator MUITO IMPORTANTE na decisão de pagar uma hipoteca mais cedo ou não!

É crítico!

Mas não confie em mim neste assunto. Considere estes dois fatos …

  1. Esta calculadora de inflação (que provavelmente subestima o verdadeiro impacto da inflação) mostra como o Banco Central destruiu o poder de compra da moeda brasileira desde o início da política monetária.
  2. Em uma entrevista à CNBC, Warren Buffett chamou os imóveis hipotecados de “o investimento mais atraente que você pode fazer”. Ele ainda afirmou…

“Se eu soubesse onde moraria pelos próximos 5 ou 10 anos, compraria uma casa e a financiaria com uma hipoteca de 30 anos. É um negócio excelente… Se eu tivesse uma maneira de comprar algumas centenas de milhares de casas unifamiliares… Eu as encheria. E eu tomaria hipotecas sobre eles a taxas muito baixas…”
– Warren Buffett

Você entendeu isso? Leia duas vezes! O Warren é um investidor muito bem-sucedido que tem alguma pista sobre esses assuntos, portanto, vale a pena ouvir declarações fortes como essa.

Ele está falando sobre o valor que ele vê em obter financiamento de longo prazo e de baixo custo sobre um ativo que ajusta a inflação. A última vez que essa estratégia deu certo foi na inflacionária década de 1970, quando a indústria de Poupança e Empréstimo faliu por estar do lado errado da transação. Os proprietários literalmente riram dos bancos com pagamentos de hipotecas ridiculamente baratos sobre imóveis em valorização.

Você vai conseguir fazer o mesmo na próxima vez?

Quando você paga antecipadamente sua hipoteca, você abre mão dessa vantagem, então tome cuidado ao tomar essa decisão.

O que é importante observar sobre toda essa lista de contras é como eles não são intuitivamente óbvios.

A lista de aspectos positivos para pagar sua hipoteca discutida anteriormente é fácil para qualquer um ver, mas os negativos requerem um certo grau de sofisticação financeira – de estratégia fiscal esotérica aos efeitos da inflação de longo prazo, hedges curtos sobre a moeda e equações de valor presente descontado.

É uma coisa inebriante – geekismo financeiro – mas é tão válida para seus resultados financeiros quanto as razões mais intuitivamente óbvias para pagar sua hipoteca antecipadamente.

É por isso que há tanta desinformação sobre este assunto.

Os conceitos são complexos e sofisticados, uma vez que você supere as razões óbvias para querer saldar as dívidas.

Resumindo, a decisão de pagar sua hipoteca é uma batalha intelectual em que o desejo emocional-intuitivo de se livrar das dívidas é comparado às realidades intelectuais das finanças modernas.

Infelizmente, isso torna o processo de decisão complexo …

Seu crescimento financeiro só pode chegar até onde sua base financeira suportar

Como Tomar a Decisão Certa para a Minha Situação?

Se você eu te deixei um pouco confuso agora, te coloquei exatamente onde pretendia.

Você entende, e isso é uma coisa boa!

A confusão resulta do cabo de guerra entre a emoção e o intelecto tentando classificar fatores complexos.

Relacionado: Por que Você Precisa de um Plano de Riqueza, Não de um Plano de Financeiro.

A próxima etapa é fornecer a você uma maneira estruturada de resolver essas questões para que você possa solucionar o caos e formular uma decisão bem fundamentada se pagar uma hipoteca antecipada é a melhor decisão para sua situação – ou não.

A chave é perceber que existem duas etapas neste processo de decisão:

  1. Considerações sobre finanças pessoais: Esta é uma decisão entre antecipar o pagamento de sua hipoteca ou cuidar primeiro de outras questões de finanças pessoais que reflitam melhor seus valores pessoais. Esta decisão é priorizada antes de quaisquer considerações de investimento.
  2. Objetivos de Retorno do Investimento: Esta é uma decisão entre pagar sua hipoteca antecipadamente ou investir a diferença. Essa decisão só entra em jogo depois que os problemas de finanças pessoais da etapa anterior são resolvidos.

Vamos seguir para cada uma dessas etapas, uma a uma …

Passo 1: O que é Mais Importante do que Pagar sua Hipoteca?

Eu sou um firme defensor de estabelecer sua base financeira antes de buscar estratégias financeiras mais avançadas.

A sua riqueza só pode crescer até onde sua base financeira puder suportar – assim como a altura de um arranha-céu é limitada pela profundidade e força de sua base.

Seu crescimento financeiro só pode chegar até onde sua base financeira puder suportar.

Abaixo está uma ordem de prioridades para construir sua base financeira que pode ter precedência sobre o pagamento de sua hipoteca …

Primeiro a Dívida de Juros Altos

Mesmo após estourar o limite de todas as suas opções de poupança para aposentadoria, ainda pode não fazer sentido pagar sua hipoteca antecipadamente quando você tem outra dívida.

A razão é que a maioria das outras dívidas terá uma taxa de juros mais alta – principalmente dívidas de cartão de crédito, onde os juros são muito mais altos e não podem ser deduzidos.

Use esta calculadora da bola de neve da dívida para descobrir a maneira mais rápida de sair da dívida.

A ordem de precedência é pagar os juros mais altos, seguido pelos juros baixos por último.

Estabilidade Financeira

Depois de estourar seus planos de aposentadoria e pagar sua dívida de juros altos, você pode querer considerar a construção de um colchão de 3-6 meses, caso o desemprego grite.

Alguns opositores afirmam que uma linha de crédito tem a mesma função, tornando essa etapa desnecessária.

O pensamento é que os pré-pagamentos de hipotecas aumentam o patrimônio, proporcionando assim um retorno positivo enquanto você não precisa dos fundos, mas ainda pode ser retirado por meio de uma linha de crédito, caso você enfrente tempos difíceis.

De qualquer forma, desenvolver uma almofada de segurança para tempos difíceis é um passo prudente na construção de sua base financeira.

Seguro e Segurança Financeira

Um dos principais objetivos para pagar sua hipoteca antecipadamente é a segurança financeira, mas há muitas dimensões na segurança financeira além de apenas estar sem dívidas.

Por exemplo, contas médicas são a principal causa de falência, então faz mais sentido aumentar sua cobertura de seguro médico antes de pagar sua hipoteca?

Essa é uma pergunta difícil porque cada um escolhe gerenciar esse risco de uma maneira diferente.

Da mesma forma, o Council for Disability Awareness afirma que você tem chances praticamente iguais de ficar incapacitado por 3 meses ou mais em algum momento de sua carreira, com 1 em cada 7 trabalhadores incapacitado por 5 anos ou mais.

O seguro de invalidez lhe daria mais segurança financeira do que pagar antecipadamente a hipoteca?

Novamente, uma questão interessante a considerar …

Hipoteca “Subaquática”

Se você está de cabeça para baixo em sua casa, ou seja, deve mais do que vale o imóvel, pense duas vezes antes de jogar o dinheiro bom atrás do ruim.

Não vou entrar em uma grande discussão sobre defaults estratégicos aqui, mas basta dizer que pode haver ativos mais seguros para você investir do que uma casa que está “debaixo d’água”.

Passo 2: Devo Pagar Minha Hipoteca ou Investir?

Após construir sua base financeira pessoal, agora sim, a pergunta se torna: “devo pagar minha hipoteca ou investir?”

Observe como essa questão só se torna relevante após as questões anteriores serem tratadas.

A resposta à pergunta “saldar a hipoteca ou investir” é na verdade bastante simples – o que quer que dê a você o maior retorno após os impostos sobre o seu dinheiro é a decisão certa.

Os consultores financeiros apontarão rapidamente para pesquisas que mostram retornos históricos de longo prazo para uma carteira de índice de baixo custo em torno de 8% (+ ou – dependendo das suposições), compararão isso com taxas de hipotecas muito mais baixas (no momento desta redação) e proclamarão da vitória parece ser imediata… mas não é tão simples.

Os retornos dos investimentos são altamente variáveis e ​​com periódicas “décadas perdidas”, onde até mesmo as patéticas taxas de juros das hipotecas representam um retorno superior em relação a uma carteira de investimento tradicional.

O problema é que o futuro não é o passado e os retornos variam, mas os juros hipotecários economizados são um pássaro na mão – quer goste ou não.

Com isso dito, você teria dificuldade em encontrar períodos de 20 a 30 anos (a vida de uma hipoteca típica) em que uma carteira de investimentos não proporcionasse um retorno maior do que as taxas de juros de hipotecas recentes.

Relacionado: 5 Erros de Novato no Planejamento Financeiro que Custam Caro (e o que fazer em vez disso!) Explicado em 5 vídeo aulas gratuitas

O problema com qualquer comparação de retorno de investimento é que ninguém tem uma bola de cristal.

A menos que você tenha uma conexão direta com uma Entidade Superior, você estará preso de volta onde começou com uma decisão entre um retorno garantido (mas baixo) para o pré-pagamento de sua hipoteca, versus um retorno desconhecido, mas potencialmente maior.

Em outras palavras, você decide entre a certeza do pagamento da hipoteca e a incerteza do investimento.

Embora a ciência financeira forneça uma resposta relativamente clara (investir deve fornecer o maior retorno a longo prazo), esta é realmente uma decisão emocional sobre sua tolerância ao risco, confiança no futuro e crença na ciência de investir.

É por isso que tantos preferem se livrar das dívidas, apesar da matemática relativamente atraente.

Considerações Finais – A Variável Humana…

Com tudo isso dito, ainda há um elemento muito importante faltando nesta conversa …

A vida geralmente não sai como planejado.

Nós, humanos, não somos computadores que implementam nossos planos brilhantes com precisão matemática.

A vida lança obstáculos em nosso caminho, os planos mudam, as coisas acontecem e é assim que a vida funciona.

É tolice fazer planos de longo prazo em um vácuo intelectual que não leva em conta a natureza aleatória da vida.

Com isso em mente, vou deixar algumas ideias divertidas que valem a pena adicionar a esta discussão…

  • Inverta a Lógica: Se você decidir investir em vez de pagar sua hipoteca, então considere esta questão – você estaria disposto a refinanciar o patrimônio de sua hipoteca (aumentando assim sua dívida) para adicionar às suas contas de investimento? Do contrário, você é logicamente inconsistente. (A propósito, escrevo isso com um sorriso irônico porque me descreve perfeitamente – veja abaixo …)
  • Sem Disciplina: para cada 10 pessoas que afirmam fazer o pagamento mínimo da hipoteca e investir a diferença, eu arriscaria uma suposição conservadora de que mais da metade não consegue cumprir a parte de investimento da equação. O caminho para a mediocridade financeira é pavimentado com as melhores intenções. Em outras palavras, um programa de poupança opcional que requer autodisciplina frequentemente não é um programa de poupança. Compare isso com alguém que coloca uma hipoteca quinzenal de sua casa por 15 anos, criando assim uma disciplina imposta. Um acontece com certeza independentemente das rugas da vida… o outro é opcional.
  • Espere o Inesperado: Ninguém espera perder o emprego, ter um grande problema médico, ficar incapacitado ou investir em uma fraude; ainda assim, ao longo de uma hipoteca de 30 anos, as chances de você experimentar um ou mais desses eventos reconhecidamente raros e infelizes são muito maiores do que você gostaria de acreditar. Quando sua casa está quitada, é mais fácil resistir a essas tempestades com o mínimo de adversidades pessoais. Planeje o inesperado porque, eventualmente, acontecerá.

Conclusão

Suponho que a melhor maneira de concluir esta breve análise é compartilhar o que escolhi fazer com minha (s) própria (s) hipoteca (s).

A verdade é que eu costumava estar no jogo de antecipar as hipotecas.

Odeio dívidas e valorizo ​​muito a liberdade. No final da década de 2016, paguei minha hipoteca apenas para ver minha carteira de investimentos dobrar no ano seguinte, enquanto todo aquele capital estava amarrado em minha casa.

Ai! Isso foi caro …

É certo que as coisas poderiam ter funcionado de maneira muito diferente. Eu poderia ter quitado a hipoteca em 2007 e visto uma queda nos valores de investimento no ano seguinte. Claro que eu não tinha dinheiro para isso na época, mas acho que entendeu.

De forma geral, meus investimentos superam os juros de hipotecas, então – para mim – faz sentido priorizar o capital de investimento.

Dito isso, também percebo que não sou totalmente racional sobre esse assunto.

Eu nunca refinanciaria minha casa e investiria meu patrimônio para buscar retornos mais elevados. De um ponto de vista puramente lógico, isso não faz sentido: não estou disposto a liquidar os investimentos para pagar a hipoteca e não estou disposto a aumentar a hipoteca para financiar os investimentos.

Hmmm … suponho que não sou tão racional quanto gosto de acreditar.

A verdade é que a decisão de pagar a hipoteca é bastante complexa.

Como tudo na vida, a felicidade geralmente está em equilíbrio. Antecipar ou não sua hipoteca não é uma exceção.

Avançando para os tempos atuais, estou a vários anos em uma hipoteca de 30 anos de minha casa atual que, antes de escrever este artigo, eu teria me recusado a pagar.

A taxa de juros é pateticamente baixa, provavelmente acabará abaixo da taxa de inflação ao longo do empréstimo, e isso me dá alguma medida de proteção contra a inflação com uma pequena posição vendida em relação ao real.

Eu estive em ambos os extremos – pague rápido, e nunca pague – apenas para agora terminar em algum lugar no meio do caminho.

Agora eu me sento firmemente em ambos os lados da cerca da seguinte maneira …

  • Como minha aposentadoria já está totalmente financiada e não possuo planos para filhos no curto prazo, não preciso priorizar essas contas.
  • Não tenho dívidas além da hipoteca, então não há problema de “dívidas mais caras”.
  • Tenho todos os seguros que preciso.
  • A discussão literalmente se resume a pagar a hipoteca ou investir.
  • A matemática é clara: meu maior retorno é investir, mas também estou emocionalmente conectado por não ter dívidas e adoro a liberdade de minimizar minhas necessidades de fluxo de caixa. Por esse motivo, minha decisão é canalizar uma parte das receitas aumentadas deste negócio para o pré-pagamento da hipoteca, embora seja tecnicamente irracional do ponto de vista do retorno do investimento.
  • Em resumo, não estou disposto a dedicar nenhum de meu capital de investimento para pagar minha hipoteca, mas também não estou disposto a alavancar minha casa para aumentar o capital de investimento. Isso é irracional, mas é a verdade honesta sobre minha posição quanto a hipotecas versus investimentos. Com relação à nova produção de renda, estou bem em dedicar uma parte das receitas deste negócio para pagar a hipoteca, em vez de construir perpetuamente capital de investimento. Acho que a lógica é que obtenho um retorno emocional decrescente sobre mais capital de investimento, em comparação com menos dívida. Para os geeks da economia, isso significa que tenho uma utilidade marginal maior na redução da dívida do que nos aumentos de capital.

Gostaria de definir que esta é minha perspectiva equilibrada, pois estou confortável com meu portfólio “como está”, então estou disposto a “diversificar” e reduzir o risco pagando dívidas hipotecárias com renda extra, mas no final, eu sei a verdade … é meu desejo emocional de ficar livre de dívidas e reduzir o risco que está conduzindo a decisão.

Eu conheço a matemática e deveria investir – exclusivamente.

Relacionado: Por que Você Precisa de um Plano de Riqueza, Não de um Plano de Financeiro.

Então aí está – eu pessoalmente vivi nos dois extremos da decisão e agora estou firmemente no meio.

A decisão não precisa ser uma ou outra: você pode pagar um pouco para reduzir a dívida e economizar para investir – ao mesmo tempo.

Como tudo na vida, a felicidade geralmente está no equilíbrio. Acredito que pagar – ou não – sua hipoteca mais cedo não é exceção.

Agora que você conhece minha situação, onde você está?

Como essa análise te ajudou a classificar a decisão e a que conclusão você chegou? Quais questões têm maior influência em sua decisão? Por favor, compartilhe nos comentários abaixo…

Rota-Financeira-illustration_18

"Descubra o processo abrangente de planejamento de riqueza comprovado em mais de 15 anos de pesquisas que lhe dará total confiança em seu futuro financeiro"

  • Construa um plano de ação passo a passo para alcançar a independência financeira - totalmente personalizado para você.
  • Como viver para a realização agora, enquanto constrói riqueza para o futuro.
  • Não há mais procrastinação. Sem mais confusão. Apenas progresso e clareza.

O Planejamento de Expectativas de Riqueza mostrará como criar um roteiro financeiro para o resto de sua vida e fornecerá todas as ferramentas de que você precisa para segui-lo.

Saiba Mais ...

Rota-Financeira-illustration_05

Assine seu Kit Inicial de Construção de Riqueza

EBook: 18 Lições de um Milionário Auto Feito

ECurso: 52 Semanas de Liberdade Financeira

Ferramentas e Dicas Não Encontradas Neste Site

Optin Start Sequence

You have Successfully Subscribed!

Pin It on Pinterest